As minhas compras
O seu cesto está vazio.
Adicione produtos ao seu cesto.
Os meus favoritos
Não perca os seus favoritos!
para guardá-los e gerir diferentes listas.
(0 artigos)
A lista de produtos favoritos está vazia.
Adicione produtos aos seus favoritos.
Paz sem pão
Favorito
Paz sem pão
Papel
12,00
ComprarComprar
Ebook
5,00
ComprarComprar

Detalhe
Editora:
Lisbon International Press
Data de publicação:
2019-11-11
Páginas:
128
ISBN:
978-989-52-6595-4
Género:
LISBON PRESS
Idioma:
PT
Sinopse

Este texto emana de um olhar crítico-analítico da realidade social, política e económica vigente em Angola, de uma forma retrospectiva, do período que abrange desde a assinatura do “Memorando do Lwena e Acordos de Paz” até a realização das eleições de 2017. Para o efeito, este diagnóstico apoia-se nas teorias Análise Crítica do Discurso e Ideologia Linguística – novas tendências da Sociolinguística pós-modernista preocupadas em explicar a relação entre a língua e o poder, tal como a forma como a língua é manipulada para se ascender e preservar o poder. Olhando para os diversos actos e momentos discursivos, assim como para as contradizentes práticas sociais, políticas e económicas e os actores que as protagonizam, o estudo obedece aos princípios do materialismo, da historicidade e da temporalidade que constituem uma das bases analíticas da Ideologia Linguística.

                Desconstruindo os diferentes fenómenos sociopolíticos e económicos e aplicando a transdisciplinaridade como metodologia de análise, o estudo procura demonstrar como o discurso político tende a distorcer conceitos como paz, reconciliação nacional, corrupção, cidadão e tantos outros afins, aplicando a estratégia autoritária. Este exercício é realizado com a identificação das ambiguidades entre o discurso político e a prática social, apresentando as atrocidades sociais, políticas e económicas, assim como os paradoxos que delas emanam, conducentes a fenómenos discriminatórios tais como a desigualdade, a injustiça, a discriminação e a exclusão sociais endossadas pelo Estado, as quais, por sua vez, produzem três modelos tipológicos de repressão que revelam a (re)produção e (re)formatação da ideologia e política coloniais. O processo analítico demonstra também como a praxis de disparidades entre o discurso político e as práticas sociais, bem como os vários modelos de atrocidades e paradoxos que eles geram militam, concorrendo como constrangimentos que obstruem o processo de edificação de uma paz de facto.

 

O autor

Leituras semelhantes
AMAR UM PAÍS É Cuidar e Retribuir
Favorito
AMAR UM PAÍS É Cuidar e Retribuir
Defensor Moura
12,00
Parentalidade Prática e Funcional; Um Guia Passo A Passo Para Educar O Seu Filho Durante Os Primeiros Anos (0-5)
Favorito
Parentalidade Prática e Funcional; Um Guia Passo A Passo Para Educar O Seu Filho Durante Os Primeiros Anos (0-5)
Ana Bela da Silva
15,00
Descomplicando a Estratégia - Balanced Scorecard na área da Saúde
Favorito
Descomplicando a Estratégia - Balanced Scorecard na área da Saúde
Jorge Magalhães
12,00
O DIREITO ANGOLANO EM CONTEXTO - Contributos para o seu Estudo e Compreensão
Favorito
O DIREITO ANGOLANO EM CONTEXTO - Contributos para o seu Estudo e Compreensão
Domingos Francisco João
16,00
Dicionário de Palavras-Tronco: Tomo I (A-J)
Favorito
Dicionário de Palavras-Tronco: Tomo I (A-J)
Gelson de Carvalho
26,00
Um executivo raiz
Favorito
Um executivo raiz
Jorge Magalhães
14,00
Agarre um emprego
Favorito
Agarre um emprego
Hugo Horta
13,00
O Regime Penal nas Imunidades dos Titulares dos Órgãos Políticos de Soberania
Favorito
O Regime Penal nas Imunidades dos Titulares dos Órgãos Políticos de Soberania
Afonso Leitão
13,00
Uma Reforma Fiscal para a Prosperidade
Favorito
Uma Reforma Fiscal para a Prosperidade
José Maria Fernandes Pires e Manuel Cunha Pereira
17,00
Competências a Partir da Teoria de Educação Avançada
Favorito
Competências a Partir da Teoria de Educação Avançada
Dr.C. Sapalo André Rufino (PhD)
13,00
Lançado nas redes
Favorito
Lançado nas redes
Sidónio Faria
12,00
Para que serve a Arte - A Arte como um Desafio: Influências dos anos 60 / What is Art for - Art as a Challenge: Influences from the sixties
Favorito
Para que serve a Arte - A Arte como um Desafio: Influências dos anos 60 / What is Art for - Art as a Challenge: Influences from the sixties
Adérita Amôr
16,00
Pague de forma seguraPague de forma segura:
Receba em primeira mão
As nossas ofertas e novidades literárias