As minhas compras
O seu cesto está vazio.
Adicione produtos ao seu cesto.
Os meus favoritos
Não perca os seus favoritos!
para guardá-los e gerir diferentes listas.
(0 artigos)
A lista de produtos favoritos está vazia.
Adicione produtos aos seus favoritos.
AS CORES DO NOVO MUNDO: Degeneração, ideias de raça e racismos nos séculos XVII e XVIII
Favorito
AS CORES DO NOVO MUNDO: Degeneração, ideias de raça e racismos nos séculos XVII e XVIII
Papel
20,00
ComprarComprar
Ebook
5,00
ComprarComprar

Detalhe
Editora:
Lisbon International Press
Data de publicação:
2020-04-03
Páginas:
464
ISBN:
978-989-52-6943-3
Género:
LISBON PRESS
Idioma:
Português/BR
Sinopse

Em As Cores do Novo Mundo, Bruno Silva demonstra como o conceito de "raça", enquanto uma categoria científica e política de impérios e nações do século XIX, surge na América nos séculos XVII e XVIII com intenções opostas. Ao invés de se referir à imutabilidade dos corpos e à origem biológica da cultura, as narrativas europeias de raça do século XVII promoveram uma visão da diferença americana como resultado da rápida mutabilidade do corpo sob climas degenerados e formas culturais adversas. A narrativa da degeneração e corrupção dos corpos indígenas foi um gênero inicial da colonização e conquista americana que culminou no século XVIII com a grande polêmica do Novo Mundo. No Iluminismo, naturalistas como Buffon e filósofos como De Pauw apresentaram o homem americano como corporalmente distinto: o produto da degeneração de um corpo original comum devido a efeitos adversos de climas, estrelas e alimentos. Nascidas dos relatos de viagens à América, essas teorias da mutação de um corpo original se tornarão teorias semelhantes sobre negros e uma justificativa para o tráfico de escravos. Silva estuda, com cuidado e destreza, as transições contraditórias de "raça" como uma categoria constantemente em fluxo e disputa. Por detrás das mutações da ideia de "raça" na história recente da humanidade, escondem-se na realidade transformações sociológicas de conhecimento e poder, e não novidades científicas sobre o corpo.

Jorge Cañizares-Esguerra

University of Texas - Austin

Leituras semelhantes
Sociedade e Conhecimento: acerca do futuro do gênero humano
Favorito
Sociedade e Conhecimento: acerca do futuro do gênero humano
Hamilton Chaves e Osterne Maia
13,00
O Viajante Improvável
Favorito
O Viajante Improvável
Alice Lázaro
13,00
FENG SHUI - O Essencial da Prática
Favorito
FENG SHUI - O Essencial da Prática
Alexandra Morgado
14,00
Breves apontamentos sobre a história dos seguros em Portugal e no Mundo
Favorito
Breves apontamentos sobre a história dos seguros em Portugal e no Mundo
Luís Coelho do Nascimento
16,00
O discurso da imagem: invenção, cópia e circularidade na arte
Favorito
O discurso da imagem: invenção, cópia e circularidade na arte
Alex Fernandes Bohrer
14,00
Eu e os Tributos - uma abordagem sobre a Cidadania Fiscal
Favorito
Eu e os Tributos - uma abordagem sobre a Cidadania Fiscal
António Feliciano Braça
13,00
Seja um terapeuta
Favorito
Seja um terapeuta
Tathiana Olivatti
11,00
Tramas e Novelos com Punhos de Renda
Favorito
Tramas e Novelos com Punhos de Renda
José Lança-Coelho
14,00
ECONOMIA - Fundamentos para a política económica, crescimento e equilíbrio geral. Teoria e Constatações
Favorito
ECONOMIA - Fundamentos para a política económica, crescimento e equilíbrio geral. Teoria e Constatações
Célsio Mota das Neves Quaresma
24,00
Só tem super genes quem quer
Favorito
Só tem super genes quem quer
José Duarte
18,00
O Cérebro
Favorito
O Cérebro
José Ribeiro Meditar
13,00
A saga de Theodore Roosevelt
Favorito
A saga de Theodore Roosevelt
Luiz Augusto Módolo de Paula
20,00
Pague de forma seguraPague de forma segura:
Receba em primeira mão
As nossas ofertas e novidades literárias